sábado, junho 28, 2014

Lançamento da 60ª edição de O Senhor dos Anéis!

De acordo com o site Tolkien Society, cada volume do box contém a capa projetada pelo próprio Tolkien.

“Quando O Senhor dos Anéis foi publicado pela primeira vez, Allen & Unwin pediram a Tolkien para fornecer sugestões de design, mas para manter os custos de impressão baratos, os editores decidiram usar o desenho central do design de Tolkien no A Sociedade do Anel (o Um Anel com o Olho de Sauron no centro, junto com anel de Gandalf Narya) para os três volumes.”(tradução minha) 

O box também contém o livro The Lord of the Rings: A Reader’s Companion, de Wayne G. Hammond and Christina Scull, lançado pela primeira vez em 2004.

Lançamento de Memoir of Jane Austen confirmado!

A editora Pedrazul anunciou que irá lançar em 2015 a tradução de Memoir of Jane Austen, de James Edward Austen-Leigh.


Para quem não sabe, o autor foi sobrinho de Jane Austen, e essa biografia da autora é muito bem recomendada. Finalmente teremos uma edição traduzida aqui. Na página do facebook da editora (curtam lá!), foi liberado o prefácio da tradução de Bruno Loureiro. Com a devida licença da editora:

"A Memória de minha tia, Jane Austen, foi recebida com maior apreço do que me venturei esperar. As notícias sobre elas em periódicos, assim como as cartas a mim endereçadas por muitos daqueles os quais não conheço pessoalmente, mostram que um interesse imbatível ainda existe em tudo o que pode ser contado sobre ela. Me sinto encorajado a, não apenas, oferecer uma Segunda Edição das Memórias, mas também a aumentá-la com elementos adicionais os quais poderia ter evitado apresentar ao público, caso não aparentassem querê-los. Na presente edição, a narrativa foi um pouco alongada, e algumas cartas foram adicionadas; com um pequeno espécime de suas histórias quando criança. O capítulo cancelado de “Persuasão” é apresentado, em observância aos desejos pública e privadamente expressados. Um fragmento de história chamado “The Watsons” está impresso; e extratos de um romance iniciados meses antes de sua morte; mas a maior adição é um conto nunca antes publicado, intitulado “Lady Susan”. Lamento que o pouco que pude adicionar não estivesse presente em minha primeira Edição; pois muito ou me era desconhecido ou não estava sob minha posse quando publiquei pela primeira vez; e espero que possa reivindicar alguma tolerância indulgente pela dificuldade de recuperar pequenos fatos e sentimentos, os quais mergulharam, durante meio século, em profundo esquecimento."

A editora também conta com vários bons lançamentos. Eis o banner de divulgação do lançamento de Evelina, livro que inspirou Jane Austen.


Na fanpage da editora também foram liberados dois trechos da tradução. Confiram aqui e aqui.

No site Jane Austen em Português, está rolando uma enquete / sorteio para escolher a capa da biografia (a ilustração acima é da capa provisória). Para participar, clique aqui.

sábado, maio 24, 2014

Encontrando Deus em O Hobbit (Jim Ware)



Título: Encontrando Deus em O Hobbit: os ensinamentos cristãos presentes no clássico de J.R.R. Tolkien
Autor: Jim Ware
Editora Thomas Nelson Brasil, 197p.

Quais as mensagens cristãs que podem ser encontradas n'O Hobbit? Jim Ware tenta responder essas perguntas através de suas próprias observações sobre as crenças e convicções de Tolkien. Cada capítulo de O Hobbit é analisado segundo os ensinamentos contidos na Bíblia. Ele discute a magia no mundo de Tolkien (que é algo mais subliminarmente mostrada), analisa o papel das águias (um dos meus capítulos favoritos).
Ware analisa o personagem Beorn, comparando-o com a paixão de Tolkien por florestas e sua recomendação sutil de que a natureza deve ser cuidada e protegida; descreve a relutância de Bilbo (o herói relutante) e suas dúvidas, no momento em que os anões confiavam nele sem reservas; examina Bard e seu caráter crítico e realista, comparando-o com outros nomes da história.

Eu adorei esse livro. Pelo título, pode-se pensar que a leitura é chata e entendiante, mas longe disso. Até porque o autor fala de uma forma franca e objetiva ao seu leitor. Vi que Ware se fez alguns questionamentos que eu mesma havia feito quando li O Hobbit pela primeira vez, e ele consegue responder de maneira satisfatória a essas questões (por exemplo, sobre as águias e seu papel na Terra-média). Recomendo.

A wife for Mr. Darcy (Mary Lydon Simonsen)



Título: A wife for Mr. Darcy
Autora: Mary Lydon Simonsen
Editora Sourcebooks, 384p.

Darcy aparece na casa de Lizzie para se desculpar pelo que disse no baile de Meryton. A conversa não acontece como ele esperava, mas ele acaba prestando pela primeira vez na moça. Ansioso para revê-la na casa de Sir William, Darcy percebe os comentários gerados devido a atenção que dedica a Lizzie, então ele decide evitá-la. Em Londres, ele continua cortejando uma jovem de sua mesma posição social, mas não consegue evitar parar de pensar em Lizzie. Ela também está interessada nele. De volta a Netherfield, Darcy percebe que está cada vez mais difícil ficar longe dela, ainda mais com Bingley e Jane noivos. Querendo e ao mesmo tempo evitando voltar para Londres, Darcy percebe que deve escolher entre as expectativas de sua família e posição social e a mulher que ama.

Um livro muito legal. Não era o que eu esperava, e me surpreendi gostando, ainda mais nos momentos mais “reticentes” de Darcy. Uma coisa que eu amei na história foi o caráter mais decidido de Georgiana Darcy, armando para o irmão voltar para junto de Lizzie. Ela se mostra uma verdadeira aprendiz de cupido, além de ter uma personalidade divertida e decidida. Achei no início a narrativa meio lenta, me impacientei em algumas partes, mas nada que faça não ter válido a pena a a leitura, afinal, é Mr. Darcy rsrsrs Recomendo.

domingo, abril 20, 2014

Edição de aniversário de 60 anos de O Senhor dos Anéis

Edição comemorativa de 50 anos da publicação do Senhor dos Anéis.

A Tolkien Society confirmou o lançamento de uma edição de aniversário de O Senhor dos Anéis para esse 16 de junho de 2014, em comemoração aos 60 anos da publicação de A Sociedade do Anel.
Esta edição será atualizada e ilustrada por Alan Lee, já conhecido por seu trabalho em outras publicações e pela colaboração nos filmes de Peter Jackson.
Mais informações, é só clicar no link.

sábado, abril 19, 2014

Lançamentos: Juvenília e Jane Austen: uma vida revelada

O Jane Austen Brasil noticiou semana passada o lançamento de dois livros sobre Jane Austen. 


O primeiro é Juvenília, que traz escritos de Jane e de Charlotte Brontë. No entanto, não se sabe quais os livros da juvenília fazem parte desta publicação. Já está em pré-venda na Livraria Cultura.


O outro, Jane Austen: uma vida revelada, é uma biografia da autora escrita por Catherine Reef e publicada pela Editora Novo Conceito. Também em pré-venda na Livraria Cultura.

sábado, março 22, 2014

Beowulf: lançamento em maio de 2014!


Essa semana saiu uma notícia maravilhosa para os fãs de Tolkien. Beowulf: A Translation and Commentary será lançado em maio de 2014 pela editora HarperCollins. Para conferir a notícia completa, clique aqui.

ATUALIZADO: A Editora Martins Fontes confirmou a publicação no Brasil de Bewoulf! Agora é só aguardar. 

Jogo de sociedade e Tarot

Acabei de descobrir, através de uma indicação do blog Jane Austen Portugal, a existência de um jogo baseado em Jane Austen.


O objetivo do jogo é o casamento. O jogador escolhe um dos casais (Lizzy e Darcy, Lydia e Wickham, Jane e Bingley, Charlotte e Collins) e os mova, juntos ou separados, pelas locações que nós, fãs, conhecemos de cor e salteado. Quem casar, ganha. Mais informações, veja aqui.

Também descobri um tarot baseado nos livros da autora. Algumas ilustrações das cartas:

 

    
                        

domingo, fevereiro 23, 2014

J.R.R. Tolkien (Humphrey Carpenter)


Título: J.R.R. Tolkien: a biography
Autor: Humphrey Carpenter
Editora Houghton Mifflin, 304p.

It was one of his strongest-held opinions that the investigation of an author’s life reveals very little of the workings of his mind.

O nascimento de Tolkien, sua educação, seu amor correspondido por Edith, sua vida acadêmica, os Inklings, o momento em que Tolkien começou a escrever seus livros. A biografia de Humphrey Carpenter, mesmo trazendo fatos já conhecidos pelos fãs de Tolkien, vale muito a pena ser lida. Ele aborda e analisa a paixão de Tolkien por línguas. fala do processo de escrita de livros que somente agora o público tem em mãos. O livro também traz apêndices bastante úteis, principalmente sobre as fontes de pesquisa de Carpenter. Além disso, o autor também nos presenteia com algumas fotos valiosas.

Fame puzzled him. It was not something that he had ever expected or felt to be appropriate.

Finalmente, finalmente, eu consegui ler direito a biografia de Tolkien escrita pelo Carpenter. Considerada a melhor biografia do professor já escrita, esse livro merecia uma nova edição em português, porque mesmo que a maioria dos fatos eu já conhecesse através de outras biografias, essa é realmente a melhor. A introdução do livro acabou comigo (é nela que o autor narra o encontro que teve com Tolkien). Só der ler isso fiquei completamente maravilhada.

She was (and knew she was) my Lúthien.

Apesar de saber a maioria dos acontecimentos que o autor narra, não consegui não me emocionar quando ele narra a comparação que Tolkien fazia entre sua esposa Edith e Lúthien, sua personagem. Minha parte favorita foi quando Carpenter fala sobre como o professor lidava com a fama, as impressões dele sobre esse fato esclarece bastante a visão que nós, como fãs, temos sobre o que Tolkien acharia das adaptações de seus livros. Um livro completamente indicado.

Mr. Darcy’s guide to courtship (Fitzwilliam Darcy)


Título: Mr. Darcy's guide to courtship: the secrets of seduction from Jane Austen’s most eligible bachelor
Autor: Fitzwilliam Darcy
Editora Old House, 192p.

Escrito por Mr. Darcy (o próprio), esse livro é baseado em publicações da era regencial inglesa e contem conselhos e instruções sobre como se comportar socialmente, além de falar sobre as regras que homens e mulheres deveriam seguir para o convívio social. Escrito por Darcy claramente antes de encontrar em seu caminho Lizzie Bennet. De uma forma divertida, esse guia mostra a percepção que os homens tinham das mulheres naquela época, o que acaba por nos fazer perceber quais foram as implicações atuais dessas percepções masculinas. O livro é escrito por Darcy, mas também traz colaborações de outros como Wickham, Mr. Collins, Emma Woodhouse (essa mesma que vocês estão pensando) e Caroline Bingley.

Uma palavra: AMEI!!!!!!! Li em dois dias e me diverti. Logo de cara, dá para perceber que Darcy ainda não havia conhecido Lizzie Bennet quando “escreveu” esse guia; alguns de seus conselhos são hilários (e não tem como não perceber o paralelo com a obra original, o que dá mais vontade de rir), e as colaborações dos outros personagens também são muito boas (adorei a carta de Emma Woodhouse). E vocês podem me chamar de louca, mas eu li o livro TODO com a voz do Matthew Macfayden na cabeça, como se ele estivesse lendo. Em algumas partes eu tive vontade de simplesmente esganar o autor, até me lembrar que o público para o qual ele escreveu era diferente do público de hoje. Darcy também responde a várias cartas, de pessoas interessadas em resolver seus problemas amorosos (como Mr. Willoughby) ou sobre o que fazer para casar suas cinco filhas (como Mrs. Bennet). Uma leitura muito recomendada para todas as apaixonadas por Darcy, e mais ainda para todas as janeites do mundo.